Textos

Ode à liberdade
Eu canto a liberdade
Feito um passarinho
Que pousa no ninho
E se põe a cantar

Eu cato a liberdade
Quando estou sozinho
Procurando um caminho
Para me encontrar

É como a água que evapora e vai para o céu
Cai do alto feito um véu e do rio corre paro o mar
É feito um barco que está no mar em apuros
Encontra um porto seguro e começa a ancorar

Meu canto é liberdade
Quando estou sozinho
Feito passarinho
Vivo a cantar

Meu canto é liberdade
Feito um passarinho
Que voa do ninho
Livre pelo ar

É como o vento que faz o seu movimento
Viaja seguindo o tempo e não tem por esperar
Feito o menino que se alegra com o sino
Anunciando o destino que a vida há de traçar

Eu canto a liberdade
Feito um menininho
Que vê o passarinho
Livre pelo ar

Eu canto a liberdade
Quando estou sozinho
Feito um canarinho
Vivo a cantar

Marsone
Enviado por Marsone em 04/11/2018
Alterado em 08/11/2018


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr